12/06/2021  14h08
· Guia 2021     · O Guaruçá     · Cartões-postais     · Webmail     · Ubatuba            · · ·
O Guaruçá - Informação e Cultura
O GUARUÇÁ Índice d'O Guaruçá Colunistas SEÇÕES SERVIÇOS Biorritmo Busca n'O Guaruçá Expediente Home d'O Guaruçá
Acesso ao Sistema
Login
Senha

« Cadastro Gratuito »
COLUNISTA
Marcelo Sguassábia
06/04/2021 - 06h27
Ô YouTube, tenha modos...
 
 

Eu sou publicitário. Mas quis o Criador que, nas horas vagas, eu conseguisse ser também uma pessoa normal, com manias, defeitos, carteira de habilitação e algumas preferências. Dentre estas últimas estão a meditação, que pratico diariamente há cinco anos, e um amor desmedido à música clássica, da qual sou dependente desde criancinha.

Há centenas de técnicas meditativas. Uma delas é a meditação com fones de ouvido emitindo ondas theta, de 4 a 8 Hz. A prática induz a um estado de consciência associado ao sono reparador e ao acesso ao subconsciente. No YouTube há centenas de vídeos com emissão ininterrupta de theta waves, alguns ultrapassando oito horas de duração - caso o freguês pegue no sono embalado por elas.

Chegar a este estágio cerebral theta corresponde a um profundo relaxamento físico, à baixa consciência e a uma diminuição sensível no ritmo cardíaco, compatível com o transe hipnótico. Agora imagine estar levitando neste limbo, a um triz da viagem astral, e ser arrancado a fórceps do nirvana por uma maldita vinheta do i-food ou de esfiha habib’s a 35 centavos...

É uma violência e uma covardia, já que obviamente você está de olhos fechados e não vê os alertas de “Anúncio em 5, 4, 3, 2, 1”. Quando aparece o “pular anúncio / skip ad” já é tarde demais, você já está completamente desperto e maldizendo a repulsiva marca que por pouco não patrocina seu infarto.

Com a música clássica (ou erudita, como insistem alguns), o coice auditivo é igualmente traumático. Você lá, coluna ereta, um plácido sorriso nos lábios, embalado por cantos gregorianos e eis que um coro esganiçado apregoa uma arrebentativa “Operação Limpa-Estoque Marabraz - preço melhor, ninguém faz!”. Ah, não. Haja amor ao ofício...

Esta é uma obra de ficção.


Nota do Editor: Marcelo Pirajá Sguassábia é redator publicitário em Campinas (SP), beatlemaníaco empedernido e adora livros e filmes que tratem sobre viagens no tempo. É colaborador do jornal O Municipio, de São João da Boa Vista, e tem coluna em diversas revistas eletrônicas.
PUBLICIDADE
ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES SOBRE "CRÔNICAS"Índice das publicações sobre "CRÔNICAS"
10/06/2021 - 06h04 Para namorar basta ter um amor...
09/06/2021 - 06h15 Desejando uma outra realidade
08/06/2021 - 05h55 Latifúndios urbanos
07/06/2021 - 06h31 Dois sonhos de fim do mundo
06/06/2021 - 06h25 Profeta e cartomante
04/06/2021 - 06h32 Da ingratidão
ÚLTIMAS DA COLUNA "MARCELO SGUASSáBIA"Índice da coluna "Marcelo Sguassábia"
01/06/2021 - 06h15 Explicações impossíveis
17/05/2021 - 06h27 Transplante de corpo
10/05/2021 - 07h40 Divina confirmação
03/05/2021 - 06h22 Love me tender
20/04/2021 - 06h27 Contrassensos
· FALE CONOSCO · ANUNCIE AQUI · TERMOS DE USO ·
Copyright © 1998-2021, UbaWeb. Direitos Reservados.