12/11/2019  03h32
· Guia 2019     · O Guaruçá     · Cartões-postais     · Webmail     · Ubatuba            · · ·
O Guaruçá - Informação e Cultura
O GUARUÇÁ Índice d'O Guaruçá Colunistas SEÇÕES SERVIÇOS Biorritmo Busca n'O Guaruçá Expediente Home d'O Guaruçá
Acesso ao Sistema
Login
Senha

« Cadastro Gratuito »
COLUNISTA
Celso Fernandes
13/10/2019 - 07h00
A partilha bem dividida
 
 
Tevê a manivela

Enquanto o governo anseia economizar R$ 1,24 tri em 10 anos com a novela da Reforma da Previdência que parece não querer ser aprovada nunca, haja batimentos e, obviamente, anseios para o que tanto ouvimos falar e no cenário político. O que, idem, em benefício a eles não esperamos economizar nada.

Queiram ou não, querem mais do Fundão para a eleição que se aproxima, e o povo, ora o povo, continua patinando como sempre. Impactos dentre vossas excelências não escapam um só momento daquilo que tem sempre a propor. Ou seja, ajusta-se a “calça larga” daqui, aperta-se de acolá e a reformulações – mágicas? – escapam sempre do texto original. Enfim, denúncias sobre denúncias em terras dos sem fim!

Abre aspas. Um “bando” de denunciados em pleno exercício de suas funções, investigados, denunciantes, pedidos de solturas para todos os lados, até mesmo a nossa justiça colocada em “xeque” por observadores de plantão, principalmente a sociedade que parece não entender mais nada, e haja expectativas para a então retomada do crescimento. Fecha aspas.

Senão mais que o incêndio e desmatamento da Amazônia que sacudiu a preocupação do mundo, a ONU em evidência, (interesses de mais quem por riquezas), as manchas de óleo que atingem todos os estados do Nordeste, praias da Bahia, numa sucessão de catástrofes e por aí vai. No total, 132 praias invadidas pelo petróleo além dos prejuízos causado à natureza, animais quanto ao próprio homem. Pior cenário impossível.

Por outro lado temos em evidência o novo marco do petróleo, a “partilha” e a Petrobras. Quem vai legislar e lucrar com tudo isso dentre os grupos de maior potência é coisa que somente os “grandalhões” do poder poderão responder. Concessões, direito de exploração, participação da Casa, enfim, blocos e mais blocos próximos aos milhões de dólares que infelizmente não vão salvar o país. Ou que leilões, na cifra dos R$ 8,4 milhões, como de Sete Lagoas será pouco para tanta lucratividade do que vamos cansar de saber e pouco ver acontecer. Dizem até que estamos voltando a crescer!


Nota do Editor: Celso Fernandes (modarougebatom.blog.terra.com.br), jornalista, poeta e escritor, autor de “As duas faces de Laura”, “O Sedutor”, “Sonho de Poeta” (Ed. Edicon), entre outros. Colunista de Moda, Cultura & TV, escreve semanalmente em jornais, revistas e sites relacionados às áreas.
PUBLICIDADE
ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES SOBRE "CRÔNICAS"Índice das publicações sobre "CRÔNICAS"
11/11/2019 - 06h14 Só quero o seu bem, meu menino vadio
10/11/2019 - 05h46 O Dia de Finados passou
08/11/2019 - 06h34 Experimente o sertão
07/11/2019 - 05h58 Ter, ganhar ou perder sensibilidade
06/11/2019 - 06h38 A vida melhor vivendo em paz
05/11/2019 - 06h26 Dorme a amante
ÚLTIMAS DA COLUNA "CELSO FERNANDES"Índice da coluna "Celso Fernandes"
03/11/2019 - 05h20 Derrapagens e barbeiragens políticas
28/10/2019 - 06h04 A hipótese da hipotenusa
24/10/2019 - 06h29 Governo, governantes e desgovernanças
06/10/2019 - 06h42 O pingo da razão ainda faz sentido?
30/09/2019 - 05h57 Salve, salve o Fundão!
· FALE CONOSCO · ANUNCIE AQUI · TERMOS DE USO ·
Copyright © 1998-2019, UbaWeb. Direitos Reservados.