26/11/2020  15h10
· Guia 2020     · O Guaruçá     · Cartões-postais     · Webmail     · Ubatuba            · · ·
O Guaruçá - Informação e Cultura
O GUARUÇÁ Índice d'O Guaruçá Colunistas SEÇÕES SERVIÇOS Biorritmo Busca n'O Guaruçá Expediente Home d'O Guaruçá
Acesso ao Sistema
Login
Senha

« Cadastro Gratuito »
SEÇÃO
Economia e Negócios
20/11/2020 - 05h59
Black Friday 2020 será diferente
 
 
A instabilidade econômica causada pela pandemia, não afetará a Black Friday esse ano, diz especialista em marketing pela University of Califórnia, Fatima Bana

Em uma época em que o número de compras online aumentou bastante, ir até a loja física não é mais, algo tão conveniente assim. Em contrapartida, ter um diferencial se tornou algo necessário, migrando do mercado presencial ou não, é importante analisar os detalhes do mercado digital e sair da sua bolha, para conseguir entender o cliente da melhor forma.

Em tempos de pandemia, pensar de forma digital ainda é uma das maiores dificuldades do comércio tradicional, por isso essa edição da Black Friday irá mudar muitos conceitos, essa talvez mostre um novo parâmetro para as compras online.

Para atrair o maior número de consumidores possível para o início das compras de natal, os varejistas já estão pensando em várias formas de ganhar os clientes: “descontos, cupons e cashback são alguns deles”, cita Fátima Bana especialista em planejamento, implantação de e-commerce, gestão empresarial e negócios digitais.

Formada pela University of Califórnia (UCLA / USA) Fátima revela que priorizar soluções que valorizem a privacidade do cliente é primordial para ter a confiança dele. Ainda de acordo com a mestre em comportamento de consumo conhecer seu cliente, organizar suas operações, criar um plano de divulgação e estar sempre presente são bem importantes também nessa relação entre comprador e consumidor.

Por isso, para conseguir resultados positivos nessa edição, o ideal é divulgar as promoções, descontos com dias de antecedência, fica mais fácil ganhar a atenção do consumidor. Esse por sua vez, vai utilizar essa data para comprar tudo, ou a maioria, dos produtos que pretende adquirir. “Se você não tem uma loja online, não é a hora de começar a criar uma e gastar muito dinheiro, associe-se aos grandes marketplaces, faça uma loja no Mercado Livre, faça aparições estratégicas, invista pouco financeiramente, mas invista todo o seu tempo para conhecer, mapear e entender o seu consumidor” - alerta.

Prometer o que não conseguirá cumprir e tentar atrair a atenção do comprador com conteúdo mentiroso é o começo de uma grande crise para a marca. Desta maneira, a especialista menciona que para esse “novo” normal, vamos ter um novo consumidor também, o brasileiro de forma geral era bem avesso a compras online, mas nesses últimos meses isso mudou. Podemos esperar uma Black Friday diferente das edições anteriores, tanto referente ao consumidor, quanto o vendedor. Prepare-se!

PUBLICIDADE
ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES SOBRE "ECONOMIA E NEGÓCIOS"Índice das publicações sobre "ECONOMIA E NEGÓCIOS"
14/11/2020 - 07h10 Innovation Xperience debate segurança digital
13/11/2020 - 06h19 Cobrança: a importância de um processo assertivo
09/11/2020 - 06h14 Como evitar fraudes ao comprar pela internet
07/11/2020 - 06h21 O pai do seu amigo rico, investe em imóveis
04/11/2020 - 07h16 Poupança digital tem acesso ampliado
· FALE CONOSCO · ANUNCIE AQUI · TERMOS DE USO ·
Copyright © 1998-2020, UbaWeb. Direitos Reservados.