16/10/2021  18h31
· Guia 2021     · O Guaruçá     · Cartões-postais     · Webmail     · Ubatuba            · · ·
O Guaruçá - Informação e Cultura
O GUARUÇÁ Índice d'O Guaruçá Colunistas SEÇÕES SERVIÇOS Biorritmo Busca n'O Guaruçá Expediente Home d'O Guaruçá
Acesso ao Sistema
Login
Senha

« Cadastro Gratuito »
SEÇÃO
Medicina e Saúde
02/09/2021 - 06h49
Quando é hora de voltar ao consultório médico?
 
 
Avanço da vacinação e reforço de protocolos dão mais segurança a pacientes que retomam rotina de cuidados; especialistas alertam principalmente para doenças crônicas

A dona de casa Mirian Diniz, 68 anos, atrasou em quase dois anos as consultas e os exames de rotina. E para cuidar da saúde durante a pandemia, ela intensificou as caminhadas e manteve as medidas de segurança contra a Covid-19: distanciamento, uso de máscara e álcool em gel. “Só depois de tomar as duas doses da vacina me senti segura para retornar às consultas médicas”, conta.

Segundo a pesquisa Reduction in Life Expectancy in Brazil after Covid-19, da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, a alta mortalidade causada pelas complicações da Covid-19 fez com que a expectativa de vida dos brasileiros caísse em quase dois anos em 2021, baixando de 76,4 anos para 74,9 anos. Doenças crônicas como diabetes, hipertensão, cardiopatias, doenças renais e respiratórias são agravantes da Covid-19 e, mesmo assim, muitas pessoas deixaram de fazer as consultas de rotina, seja por receio ou falta de acesso ao sistema de saúde. Isso acaba acendendo o alerta para os prejuízos que o longo período sem acompanhamento médico para outras doenças durante a pandemia ainda vai trazer. 

“Nos consultórios, o que observamos é que muitas pessoas que deixaram de receber o acompanhamento médico no período de pandemia tiveram problemas de saúde agravados e agora precisam ‘correr atrás do prejuízo”, explica a cardiologista e coordenadora do serviço de check-up do Hospital Marcelino Champagnat, Aline Moraes. “Colesterol, diabetes, rins e fígado precisam ser avaliados em exames que fazem parte das consultas de rotina. Em relação às mulheres, nos preocupamos ainda com as rotinas ginecológicas”, complementa.

A médica ressalta ainda que, em muitas clínicas e hospitais, os fluxos de atendimento de pacientes com suspeita da Covid-19 e de outras doenças são separados, e seguem todos os protocolos internacionais de segurança, garantindo, assim, maior segurança aos pacientes. 

Pós-covid

A avaliação médica é indicada após a alta de internamentos por coronavírus ou pacientes assintomáticos que venceram a Covid-19. Muitas sequelas da doença ainda estão sendo estudadas pelos pesquisadores, que já descobriram que mesmo pacientes que tiveram a doença de maneira mais branda também podem apresentar problemas após a recuperação. Entre as mais comuns estão fraqueza, fadiga, falta de ar e queda de cabelo. “Sempre que sentir algo diferente, a orientação é procurar um médico. Esse check-up é importante para evitar doenças ou sequelas de maior gravidade”, frisa a cardiologista.

Check-up

A recomendação é que, homens e mulheres façam consultas de rotina anuais, principalmente após os 40 anos. É importante a atenção redobrada à realização do check-up, principalmente com exames complementares como laboratoriais, ergométrico e de radiologia. A lista de exames e a periodicidade das consultas variam conforme sexo, faixa etária, histórico de doenças familiares e hábitos de vida.

PUBLICIDADE
ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES SOBRE "MEDICINA E SAÚDE"Índice das publicações sobre "MEDICINA E SAÚDE"
10/10/2021 - 05h46 Açúcar: o grande vilão da boca das crianças
06/10/2021 - 06h35 Hipertensão: uma perigosa doença silenciosa
01/10/2021 - 05h48 Anvisa autoriza importação de radiofármacos
29/09/2021 - 05h28 Alimentos que você deve evitar se tem ansiedade
28/09/2021 - 05h38 Manga, aliada do intestino
25/09/2021 - 05h41 Meibomite está intimamente ligada ao olho seco
· FALE CONOSCO · ANUNCIE AQUI · TERMOS DE USO ·
Copyright © 1998-2021, UbaWeb. Direitos Reservados.