17/04/2021  06h24
· Guia 2021     · O Guaruçá     · Cartões-postais     · Webmail     · Ubatuba            · · ·
O Guaruçá - Informação e Cultura
O GUARUÇÁ Índice d'O Guaruçá Colunistas SEÇÕES SERVIÇOS Biorritmo Busca n'O Guaruçá Expediente Home d'O Guaruçá
Acesso ao Sistema
Login
Senha

« Cadastro Gratuito »
SEÇÃO
Geral
26/03/2021 - 05h56
Como manter o ânimo em momentos de incertezas?
 
 
Dê um xeque-mate nos sentimentos ruins. Especialista passa algumas dicas para enfrentar os tempos difíceis com mais leveza e confiança

Com as incertezas na saúde, economia, emprego... todo mundo passa por momentos de isolamento, sem vontade de fazer as coisas, até mesmo conversar com alguém, principalmente porque as notícias sobre a pandemia ajudam a potencializar sentimentos ruins. Para não perder o equilíbrio emocional e continuar seguindo em frente, é necessário cuidar da mente. Gabriela Azevedo - Psicóloga e Coordenadora da Academia de Talentos da Mauá - lembra que em tempos difíceis precisamos de um pouco mais de paciência e aceitar apoio e orientação.

“Quando passamos por crises, temos a oportunidade de nos conhecer um pouco mais, descobrindo o quanto somos resilientes, capazes de lidar com imprevistos e superar obstáculos. Quando melhoramos as nossas habilidades para enfrentarmos os tempos difíceis, não apenas vivemos momentos melhores, como também nos desenvolvemos e nos fortalecemos para a vida”, diz Gabriela, que ainda passa algumas dicas para ajudar a não deixar a peteca cair:

• Procure se organizar com um planejamento diário. Estabelecer horários e rotina para que o nível de ansiedade possa diminuir;

• Inclua atividades prazerosas na rotina, desde momentos com a família vendo um filme, por exemplo, como um bom livro ou uma simples caminhada;

• Incorpore exercícios físicos na rotina. Eles contribuem para um melhor sono, controle de ansiedade e humor;

• Somos bombardeados com informações o tempo inteiro. Absorver todo esse conteúdo pode ter um impacto emocional negativo. Portanto, selecione o que vai ver no celular, na televisão, nos jornais etc. Procure filmes, seriados e programas que tragam conteúdo prazeroso e distração, e não uma programação que potencializa as preocupações;

• Converse sobre seus sentimentos. É importante falar sobre os medos, a pandemia e a pressão que está sentindo. Ao conversar com outra pessoa, você ganhará novas perspectivas.

A especialista ainda lembra que devemos fazer um importante autoexame.“Se sentir que está irritado, que tem respondido às pessoas mais rispidamente ou que a desmotivação interfere nas atividades do dia a dia, no sono e no apetite, não hesite em procurar ajuda de um profissional. Quando os tempos difíceis chegam e os desafios aparecem, podemos deixar essa situação nos afetar ou aproveitar o momento para nos tornar mais fortes. A opção é nossa”, reforça a psicóloga.

PUBLICIDADE
ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES SOBRE "GERAL"Índice das publicações sobre "GERAL"
07/04/2021 - 06h11 TEA - Livros que ajudam a praticar a inclusão
07/04/2021 - 06h09 Movimento Responsabilidade de Peso
06/04/2021 - 06h24 Covid-19: a utopia de uma mudança
04/04/2021 - 09h09 Relacionamento tóxico, como identificar os sinais
30/03/2021 - 06h17 Casados são mais saudáveis e vivem mais?
· FALE CONOSCO · ANUNCIE AQUI · TERMOS DE USO ·
Copyright © 1998-2021, UbaWeb. Direitos Reservados.