06/06/2020  10h09
· Guia 2020     · O Guaruçá     · Cartões-postais     · Webmail     · Ubatuba            · · ·
O Guaruçá - Informação e Cultura
O GUARUÇÁ Índice d'O Guaruçá Colunistas SEÇÕES SERVIÇOS Biorritmo Busca n'O Guaruçá Expediente Home d'O Guaruçá
Acesso ao Sistema
Login
Senha

« Cadastro Gratuito »
SEÇÃO
Opinião
08/04/2020 - 07h00
Múltiplas atividades profissionais
Elizabeth N. Sinnott
 
A importância do seu propósito

Você já ouviu falar de pessoas que têm atividades profissionais diversas? Ou alguém que em algum momento mudou completamente a sua carreira? Então! Parece que atualmente essa forma de estabelecer as atividades profissionais está mais em evidência, não é mesmo? Isso é algo positivo? Confunde os objetivos que a pessoa quer da sua carreira profissional? Ou a pessoa hoje tem a possibilidade de colocar em prática habilidades diversas que possui?

Bem, posso começar a falar das minhas atividades profissionais, por exemplo. Sou professora do ensino superior, graduação, pós-graduação, também atuo em diversas formas metodológicas, em cursos presenciais, semipresenciais e à distância. Sou psicóloga clínica, consultora de educação corporativa, palestrante, coach e ainda sou síndica. Muitas atividades, não é mesmo?! Porém todas elas estão ligadas à minha missão. Trabalhar com pessoas e de alguma forma contribuir para que elas elevem o seu nível de satisfação.

Alguns autores atualmente falam muito sobre felicidade. Inclusive a felicidade no trabalho. Mas será que esse tema um tempo atrás era relacionado com a nossa atividade profissional? Ou será que aprendemos que trabalho é uma coisa e felicidade é outra?

Interessante entender sobre a importância de se estabelecer objetivos na vida profissional como também pessoal. Ter cada vez mais claro o seu real propósito de vida. E por qual razão? Para entender sobre a sua necessidade de pertencer a alguma coisa. É uma necessidade humana. O propósito traz sentido à vida, desenvolve a motivação, influencia diretamente a forma de se comportar e inclusive os processos de decisão. É uma condição que vem internamente, ou seja, não existe um movimento externo que vai impor o seu propósito.

Carla Furtado, conhecedora do tema felicidade, afirma que "quando se identifica o propósito, fica mais fácil gerenciar sacrifício". Isso tem um sentido muito grande de identificarmos mais momentos felizes nas atividades profissionais. Aqui está a importância de entendermos, pois assim poderemos usufruir de uma diversidade de atividades que estejam ligadas ao que eu quero impactar no mundo, ou seja, um legado que pode ser exercido em múltiplas atividades.

O que importa é que essa diversidade de atuação não é apenas para se ter mais trabalho e fazer "um pouco de cada coisa", e sim, segundo muitos especialistas, que essas atividades estão ligadas aos objetivos que dão a oportunidade de desempenhar com sua coleção de habilidades e que, de formas diferentes, o indivíduo pode contribuir e pode gerar algum impacto no meio que está inserido e desempenhando.

Com isso, entendemos que nessa era atual as pessoas estão cada vez mais atentas a sua satisfação no trabalho. Por isso, a busca de trabalhos voltados à sua missão, a atividades que estejam conectadas a sua visão de mundo e a sua identidade está muito maior.

Por essa razão, é muito importante o processo de autoconhecimento para que o indivíduo consiga ter uma maior clareza do que deseja e assim, poder conectá-lo a atividades diversas profissionais, ou até mesmo, uma mudança de carreira. Até porque, se a atividade ou profissão atual não estiver trazendo satisfação, prazer, felicidade e realização, qual a função legítima disso tudo?! Isso é ter propósito no trabalho.

Existem várias dicas para que você possa identificar se há possibilidades de multiplicar a sua atuação profissional. E muitas delas estão ligadas a ampliação da autoconsciência. Perceber sobre o que você faz, como faz e qual a sensação quando termina. Se sente mais entusiasmado, mais satisfeito com quais atividades? Fique atento e não esqueça de registrar essas percepções. Enumere o que considera como potências em você e limitações, no mínimo 3 de cada. Com essas informações você tem condições de estabelecer um plano de ação para realizar melhorias no seu cotidiano, estabelecer objetivos de desenvolvimento e estar mais atento ao nível de satisfação tão merecido!

Nesse atual cenário, com a multiplicidade presente nas atividades profissionais, além dos indivíduos buscarem elevar o nível de satisfação na sua carreira e diversificarem o seu cotidiano, o grande significado é que o processo de autoconhecimento vai ser o maior facilitador para identificar o seu propósito e proporcionar realizar diferentes escolhas de atuação, com a possibilidade de colocar em prática o seu melhor em diversas atividades e, principalmente estar conectado com o que realmente traz sentido à vida.


Nota do Editor: Elizabeth N. Sinnott é psicóloga, professora nos cursos de Gestão de RH, Coaching e Desenvolvimento Humano e Administração de Empresas do Centro Universitário Internacional Uninter.

PUBLICIDADE
ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES SOBRE "OPINIÃO"Índice das publicações sobre "OPINIÃO"
06/06/2020 - 08h08 George Floyd: o racismo não é invencível
06/06/2020 - 08h04 Por uma Educação contra o ódio
05/06/2020 - 07h47 Abrandamento da quarentena exige cuidados
05/06/2020 - 07h41 SUS: o desafio de ser único
04/06/2020 - 06h27 Há burocracia que vem para o bem
04/06/2020 - 06h23 Os planos de saúde e a Covid-19
· FALE CONOSCO · ANUNCIE AQUI · TERMOS DE USO ·
Copyright © 1998-2020, UbaWeb. Direitos Reservados.