06/06/2020  12h23
· Guia 2020     · O Guaruçá     · Cartões-postais     · Webmail     · Ubatuba            · · ·
O Guaruçá - Informação e Cultura
O GUARUÇÁ Índice d'O Guaruçá Colunistas SEÇÕES SERVIÇOS Biorritmo Busca n'O Guaruçá Expediente Home d'O Guaruçá
Acesso ao Sistema
Login
Senha

« Cadastro Gratuito »
SEÇÃO
Crônicas
07/04/2020 - 07h01
Quando a flor sufoca a efervescência do ser
Zélia Maria Freire
 

Embora tivesse consciência que passava para as pessoas certa tranqüilidade, uma calma aparente, um certo ar de bondade, muito lhe incomodava a maneira como era vista: uma flor de pessoa. Ah, como estavam enganados todos aqueles que assim a viam, e o que viam estava longe de exprimir a sua realidade interior, não imaginavam que essa aparência de flor sufocava a efervescência de um ser. De um ser sufocado por um turbilhão de sentimentos, que desembocavam num amor desmedido que lhe queimava a alma e que lhe fora arrebatado. Assim, enquanto parecia revestida da placidez de uma flor, lutava para acomodar esses sentimentos dentro de si e o fazia com a maestria de fazer inveja a natureza, nada destruía, embora vez por outra se visse às voltas com a ameaça de ativa vulcanização, logo abafada pela falta de sintonia entre o sentir e o deixar fluir, é como se não mais existisse força nem motivação, a matéria em fusão natural já não produz a lava e sem lava não há erupção. Vulcão extinto é o que se tornou o pobre ser.

PUBLICIDADE
ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES SOBRE "CRÔNICAS"Índice das publicações sobre "CRÔNICAS"
05/06/2020 - 07h43 Impiedosa saudade
04/06/2020 - 06h25 Lágrimas de crocodilo
03/06/2020 - 07h49 Existem amores imperfeitos?
02/06/2020 - 07h44 Lição arretada
01/06/2020 - 08h19 Keith Richards - a regeneração
31/05/2020 - 06h54 Plena harmonia entre os poderes
· FALE CONOSCO · ANUNCIE AQUI · TERMOS DE USO ·
Copyright © 1998-2020, UbaWeb. Direitos Reservados.