17/09/2019  01h22
· Guia 2019     · O Guaruçá     · Cartões-postais     · Webmail     · Ubatuba            · · ·
O Guaruçá - Informação e Cultura
O GUARUÇÁ Índice d'O Guaruçá Colunistas SEÇÕES SERVIÇOS Biorritmo Busca n'O Guaruçá Expediente Home d'O Guaruçá
Acesso ao Sistema
Login
Senha

« Cadastro Gratuito »
SEÇÃO
Crônicas
11/09/2019 - 06h55
Como deve ser um amor autêntico
Marcial Salaverry
 

Algo que precisa ser bem entendido, é que um amor para ser autêntico, tem que surgir espontaneamente, sem que o procuremos, pois a grande verdade é essa mesma. Não adianta sair procurando um amor. É ele quem nos procura, e é justamente aí que reside a graça de tudo, pois temos que estar sempre atentos para captar seus indícios e percebê-lo assim que aparecer, e bem cuidar dele, para não perdê-lo por não sabermos dele cuidar...

Quando o encontrarmos, precisamos lembrar que a pessoa que amarmos não precisa necessariamente ser perfeita, um modelo de virtudes. Essa seria talvez a parceria perfeita, mas se for simplesmente humana, e souber nos compreender, já será uma grande coisa.

Se estivermos amando, não deveremos esconder o amor dentro de nós. Devemos, isto sim, demonstrá-lo para que todos vejam e saibam que estamos amando. Afinal, sentir um amor dentro do coração, não é vergonha nenhuma. Muito pelo contrário, mostra que somos humanos e temos uma alma sensível, e que soube se apaixonar. Sempre é bom libertar as emoções. Afinal, porque sufocá-las? Tal atitude poderá nos fazer sofrer.

Quando estamos amando, devemos apenas viver o presente, com um pensamento ligeiro para o futuro. De nada nos servirá procurar coisas do passado. Não interessa o que houve, o que aconteceu. De que vale nos atormentarmos se outros amores foram vividos por nosso amor de hoje. O que houve, já ficou para trás. São apenas fantasmas. Não podemos deixar que esses fantasmas atrapalhem nossa vida presente, pois são coisas que ficaram para trás, e que nada nos traz. Se nosso amor teve outros amores, nós também os tivemos. Mas que importa isso para o momento presente?

Se estivermos amando, vamos apenas amar, sem que o que houve possa atrapalhar o que está havendo, impedindo o que poderá haver. Quantos amores são destruídos apenas porque ficamos dando atenção aos fantasmas do passado...

O amor é o mais belo sentimento que podemos sentir. Vivamo-lo, sentindo a beleza do momento, sem ocultar nossas emoções, sem nos deixarmos dominar por ciúme, ou outros sentimentos menores.

Não podemos jamais nos esquecer de que o amor verdadeiro só cria, nunca destrói, pois o amor tem os braços abertos para a vida. Porém, se fecharmos os braços para o amor, chegaremos à triste conclusão de que estamos apenas nos abraçando, criando uma redoma em nossa volta, que nos impedirá de viver para o amor, descobrindo assim o que é a solidão de quem não soube viver o amor quando o teve diante de si.

Jamais deveremos reprimir nossos sentimentos. Mesmo sem a certeza da reciprocidade de nosso amor, devemos declará-lo. Se não o fizermos, ele não acontecerá. E podemos fazer duas pessoas infelizes apenas porque tivemos medo, ou vergonha de declarar nosso amor.

Nossos sentimentos nos pertencem e não os devemos reprimir. Assim, se estivermos amando devemos dizê-lo. Se nos sentirmos felizes, com vontade de gargalhar, porque não fazê-lo? Liberando nossos sentimentos, estaremos no caminho certo para encontrar a felicidade.

E uma das maneiras para tanto, é tendo UM LINDO DIA, sabendo amar esse dia, e nesse dia, e sabendo estender o amor para os demais dias de nossa vida...

PUBLICIDADE
ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES SOBRE "CRÔNICAS"Índice das publicações sobre "CRÔNICAS"
16/09/2019 - 07h09 Porão ao molho mofado
15/09/2019 - 05h53 Dúvida de matuto
13/09/2019 - 06h16 Não faz a menor diferença
12/09/2019 - 07h24 Uma casa para recordar
10/09/2019 - 06h53 A menina dos outros
· FALE CONOSCO · ANUNCIE AQUI · TERMOS DE USO ·
Copyright © 1998-2019, UbaWeb. Direitos Reservados.