19/05/2019  13h27
· Guia 2019     · O Guaruçá     · Cartões-postais     · Webmail     · Ubatuba            · · ·
O Guaruçá - Informação e Cultura
O GUARUÇÁ Índice d'O Guaruçá Colunistas SEÇÕES SERVIÇOS Biorritmo Busca n'O Guaruçá Expediente Home d'O Guaruçá
Acesso ao Sistema
Login
Senha

« Cadastro Gratuito »
SEÇÃO
Medicina e Saúde
13/05/2019 - 06h27
Fumar muito pode prejudicar a visão
 
 
Fumar mais de 20 cigarros por dia pode prejudicar a visão, revela um novo estudo

Os Centros para Controle e Prevenção de Doenças estimam que 34,3 milhões de adultos, nos Estados Unidos, atualmente, fumem e que mais de 16 milhões tenham alguma doença relacionada ao tabaco, especialmente uma doença que afete diretamente o sistema cardiovascular.

Um estudo recente, realizado com um grupo de 71 pessoas saudáveis que fumaram menos de 15 cigarros em suas vidas e 63 que fumaram mais de 20 cigarros por dia e que foram diagnosticados com dependência de tabaco e não relataram nenhuma tentativa de parar de fumar, onde os participantes tinham entre 25 e 45 anos e tinham visão normal ou corrigida para normal, conforme medido pelos gráficos de acuidade visual padrão, os pesquisadores observaram como os participantes discriminavam os níveis de contraste (diferenças sutis no sombreamento) e as cores enquanto estavam sentados a 59 polegadas de um monitor de tubos de raios catódicos de 19 polegadas que exibiam estímulos enquanto os pesquisadores monitoravam os dois olhos simultaneamente.

Os resultados indicaram mudanças significativas na visão das cores vermelho-verde e azul-amarelo dos fumantes, o que sugere que o consumo de substâncias químicas neurotóxicas, como as que estão presentes nos cigarros, pode causar perda geral da visão das cores. Eles também descobriram que os fumantes mais inveterados tinham uma capacidade reduzida de discriminar contrastes e cores quando comparados aos não-fumantes.

“A fumaça do cigarro é formada por numerosos compostos que são prejudiciais à saúde, e tem sido associada a uma redução na espessura das camadas do cérebro e a lesões cerebrais, envolvendo áreas como o lobo frontal, que desempenham um papel no movimento voluntário, no controle do pensamento e na diminuição da atividade na área do cérebro que processa a visão”, afirma o oftalmologista Virgílio Centurion, diretor do IMO, Instituto de Moléstias Oculares (www.imo.com.br).

“Estudos anteriores apontaram o tabagismo, a longo prazo, como um fator de risco dobrado para o surgimento da degeneração macular relacionada à idade e como um fator causador de amarelamento e inflamação das lentes oculares, o cristalino. Os resultados do estudo indicam que o uso excessivo de cigarros, ou a exposição crônica a seus compostos, também afeta a discriminação visual, apoiando a existência de déficits gerais no processamento visual com a dependência do tabaco”, explica o oftalmologista Juan Caballero, que também integra o corpo clínico do IMO.

Embora a pesquisa não forneça uma explicação fisiológica para os resultados, os autores sugerem que como a nicotina e o fumo prejudicam o sistema vascular, eles também danificam os vasos sanguíneos e os neurônios da retina.

PUBLICIDADE
ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES SOBRE "MEDICINA E SAÚDE"Índice das publicações sobre "MEDICINA E SAÚDE"
15/05/2019 - 06h41 Distúrbios alimentares na gravidez
12/05/2019 - 05h36 5 coisas que você precisa saber sobre sarcomas
11/05/2019 - 06h33 Embolia pulmonar pode ser fatal
08/05/2019 - 05h41 Mitos e verdades sobre o câncer de ovário
03/05/2019 - 06h26 Desconforto ao ir ao banheiro?
· FALE CONOSCO · ANUNCIE AQUI · TERMOS DE USO ·
Copyright © 1998-2019, UbaWeb. Direitos Reservados.