21/05/2019  10h20
· Guia 2019     · O Guaruçá     · Cartões-postais     · Webmail     · Ubatuba            · · ·
O Guaruçá - Informação e Cultura
O GUARUÇÁ Índice d'O Guaruçá Colunistas SEÇÕES SERVIÇOS Biorritmo Busca n'O Guaruçá Expediente Home d'O Guaruçá
Acesso ao Sistema
Login
Senha

« Cadastro Gratuito »
SEÇÃO
Crônicas
14/03/2019 - 06h34
Os gostos mudam
Maria Cândida Vieira
 

Ainda bem que nossos gostos mudam. De quantas coisas não gostávamos que depois percebemos serem horríveis? Às vezes, sentimos até vergonha quando lembramos de filmes, livros, revistas e músicas que antes preenchiam muitas das nossas horas e vimos que tinham gosto bem duvidoso, senão sofrível. Bem, se um dia fomos capazes de acordar e perceber sua má qualidade, é porque nosso senso crítico e estético evoluiu. Assim, podemos nos sentir mesmo contentes porque já não gostamos das mesmas porcarias.

É ótimo saber que mudamos e que nossos gostos podem melhorar à medida que vamos nos transformando. Lembro de quando eu vibrava para assistir ao clássico Tubarão, de Spielberg. Amava aquela música, o suspense e as aparições do animal-vilão. Porém, com o tempo, fui vendo o absurdo: um animal irracional com inteligência humana, capaz de atacar deliberadamente embarcações e que tinha um apetite descomunal por carne humana. Depois que soube a verdade sobre os tubarões, passei a nem suportar ver esse tipo de filme.

Outros filmes que eu gostava eram os de faroeste, dos quais deixei de gostar depois de me dar conta de sua ideologia racista e colonialista, exaltando a cultura dos brancos e sempre vilanizando os índios. Após ler a história verdadeira e saber que os brancos foram os invasores que dizimaram tribos e culturas, fiquei mesmo com vergonha de pensar que gostava de ver brancos matando índios na televisão.

Devido a saber que já gostei de coisas erradas, não critico os gostos de ninguém, mesmo que sejam horríveis. A pessoa tem direito a gostar do que gosta mas, dependendo da ideologia do produto cultural que ela consome, acho-me na obrigação de dizer que ela não está apenas lendo ou assistindo a uma história, mas absorvendo ideias que podem ser muito erradas. Entretanto, como sabemos que as pessoas mudam, pode ser que um dia ela desperte.

PUBLICIDADE
ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES SOBRE "CRÔNICAS"Índice das publicações sobre "CRÔNICAS"
21/05/2019 - 05h46 Manifestações temáticas
21/05/2019 - 05h42 Muitos pesos, poucas medidas
20/05/2019 - 06h52 Técnicas infalíveis de emagrecimento
19/05/2019 - 07h31 Telefonema perturbador
17/05/2019 - 06h58 Lídia e o mistério do banco
16/05/2019 - 07h06 `Dando um tempo´
· FALE CONOSCO · ANUNCIE AQUI · TERMOS DE USO ·
Copyright © 1998-2019, UbaWeb. Direitos Reservados.