14/12/2018  17h07
· Guia 2018     · O Guaruçá     · Cartões-postais     · Webmail     · Ubatuba            · · ·
O Guaruçá - Informação e Cultura
O GUARUÇÁ Índice d'O Guaruçá Colunistas SEÇÕES SERVIÇOS Biorritmo Busca n'O Guaruçá Expediente Home d'O Guaruçá
Acesso ao Sistema
Login
Senha

« Cadastro Gratuito »
NOTÍCIA
Região
14/11/2018 - 07h38
6º Festival de Música Caipira Inédita de Cunha
 
 
Evento consolida ações em prol da valorização das tradições regionais; em paralelo cidade também recebe do 8º Festival Gastronômico da Truta
Divulgação 

Com o propósito de incentivar a música caipira raiz, novos compositores e a criação musical, a Estância Climática de Cunha promove o Canta Violeiro - 6º Festival de Música Caipira Inédita de Cunha. O evento será realizado de 15 a 17 de novembro, com apresentações ao vivo dos concorrentes na Praça da Matriz da cidade.

Nesta edição do festival, que é uma iniciativa da Associação Viola Caipira de Cunha, em parceria com a Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, 20 compositores, selecionados de um total de 25 inscritos, se apresentarão para o júri e o público presente na praça, nos dias 15 e 16. No dia 17, dez finalistas classificados se reapresentarão e serão escolhidos os três primeiros colocados, bem como premiados a melhor música e letra, o melhor intérprete e o escolhido por aclamação popular.

Os participantes concorrentes são de Cunha, de Cachoeira Paulista, Campos do Jordão, Lagoinha, Lorena, São José dos Campos e Tremembé, no Vale do Paraíba; de Cotia, Campinas, Ribeirão Preto e São Paulo, também no Estado de São Paulo; de Conceição dos Ouros, Elói Mendes, Monte Sião, Pouso Alto e Uberlândia, em Minas Gerais; e de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

Eles serão avaliados por um júri composto por Arnaldo Freitas, violeiro do antigo programa Viola Minha Viola, da TV Cultura; Celso Silva, violonista, cantor, compositor, arranjador e organizador do Festival da Diversidade Cultural,de Guaratinguetá; Emerson Thomas, professor de viola caipira e violão nas oficinas culturais do Estado; Jamil Scatena, músico percussionista e assessor do gabinete da Secretário do Estado da Cultura; e Lenir Boldrin, coordenador musical do programa Sr. Brasil, de Rolando Boldrin, na TV Cultura.

“Com esse festival, Cunha consolida suas ações pela divulgação e valorização das tradições regionais relacionadas à música caipira e estimula a criatividade dos compositores, autores e intérpretes para a manutenção desse patrimônio cultural. Nos últimos anos, o Canta Violeiro revelou belas canções de compositores de Cunha e de outras regiões do Brasil”, explica Maria Cristina Paniza, presidente da Associação Viola Caipira de Cunha.

Segundo ela, “música sertaneja raiz é aquela cuja letra narra tudo que é próprio do sertão, do universo rural, da vida do homem do campo, do folclore, da crença, da fé e do contato com a natureza. Ela é cantada em estilos simples, como toada, moda campeira, rasta-pé, pagode caipira, polca, batuque e moda de viola”.

Para o evento ficar completo, também haverá oficinas de música caipira, rodas de viola e shows de artistas de Cunha e apresentações musicais e do Coral Bem-te-Canto, grupo vocal formado por moradores de Cunha e de cidades da região.

Peixe da região para acompanhar

Em paralelo ao Canta Violeiro, ocorre o Festival Gastronômico da Truta, que está em sua oitava edição e é promovido pela Cunhatur (Associação Empreendedores no Turismo de Cunha) com o apoio da Secretaria Municipal de Turismo e Cultura.

Até 20 de novembro, os principais restaurantes da cidade estarão representados em barracas instaladas na Praça da Matriz, nas quais os chefs levarão diferentes receitas elaboradas com o peixe, que é produzido na região.

Os visitantes poderão saborear casquinha de truta defumada, filé de truta à parmegiana, bolinho, linguiça e pastel de truta entre outros diferentes pratos. E ainda assistir a uma aula show de um grupo de chefs, em 20 de novembro. Juntos eles vão preparar um prato diferente dos servidos no evento.

Além das barracas na praça, os restaurantes da cidade também estarão com um cardápio especialmente elaborado com o peixe para a ocasião.

Programação 6º Festival de Música Caipira Inédita de Cunha

15 de novembro

Das 13 às 16 horas - oficina de música caipira
Às 15 horas - apresentação da Catira de Cunha
Às 16h30 - apresentação da roda de violas
Às 19h30 - apresentações dos dez músicos selecionados para o dia
Encerramento com show de Edilson Santos, violeiro cunhense

16 de novembro

Às 10 horas - varal fotográfico de Renate Eslinger e Árpàd Cserep
Das 13 às 16 horas - oficina de música caipira
Às 16h30 - apresentação da roda de violas
Às 19h30 - apresentação dos dez músicos selecionados para o dia e show com Arnaldo Freitas, Jamil Scatena, Emerson Thomas e Celso Silva (componentes do júri)

17 de novembro

Das 13 às 16 horas - oficina de música caipira
Às 16 horas - apresentação do coral Bem-te-canto
Às 17 horas - apresentação da roda de violas
Às 19h30 - apresentação dos dez finalistas, seguida de apresentação dos violeiros participantes das oficinas de música caipira e divulgação e premiação dos vencedores do festival

PUBLICIDADE
ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES SOBRE "REGIÃO"Índice das publicações sobre "REGIÃO"
14/12/2018 - 06h41 Duplicação da Tamoios entra em nova fase
06/12/2018 - 06h44 Cunha promove 1ª Feira das Mulheres Tecendo Ações
28/11/2018 - 06h10 Mudança tarifária - Pedágio Paraibuna (Tamoios)
22/11/2018 - 06h55 Tamoios tem curvas ampliadas no km 79
20/11/2018 - 07h02 Repovoamento: Projeto Garoupas ao Mar
19/11/2018 - 07h02 ÀWA Festival Sesc de Cultura Negra 2018






· FALE CONOSCO · ANUNCIE AQUI · TERMOS DE USO ·
Copyright © 1998-2018, UbaWeb. Direitos Reservados.