17/10/2018  19h22
· Guia 2018     · O Guaruçá     · Cartões-postais     · Webmail     · Ubatuba            · · ·
O Guaruçá - Informação e Cultura
O GUARUÇÁ Índice d'O Guaruçá Colunistas SEÇÕES SERVIÇOS Biorritmo Busca n'O Guaruçá Expediente Home d'O Guaruçá
Acesso ao Sistema
Login
Senha

« Cadastro Gratuito »
COLUNISTA
Marcelo Sguassábia
06/08/2018 - 07h25
Sem backup
 
 

I

É consenso no mundo da segurança da informação o fato de que as empresas produtoras de antivírus contratam hackers para criar vírus e posteriormente suas vacinas, perpetuando o ciclo de ameaça e proteção.

O vírus é criado, espalhado, a imprensa se encarrega de fazer o alarde mundial e, enquanto isso, a vacina já está pronta para integrar o pacote da versão 22.4 do mega-ultra-master-magic-killer-fast-ultimate-power-virus-exterminator. O mais seguro de todos os tempos, até que chegue a hora de se criar um outro vírus ainda mais detonador e em seguida seu antídoto invencível, num ciclo criminoso que torna refém toda a humanidade.

Mas, dessa vez, a coisa não aconteceu como deveria.

II

- Pois é, o que a gente mais temia se confirmou. Óbito, há 20 minutos.
- Parece humor negro ou ironia do destino, mas ele contraiu um vírus raro. Ainda teve a sorte de durar três meses, o médico garantia que não passava de dois. Doença degenerativa fulminante, sem remédio nem vacina.
- É, letalidade máxima. Acabou com ele e com uma multinacional de 50 bilhões de dólares numa tacada só! É o que se pode chamar de alto poder de destruição.
- Mas não é possível que não tenha deixado nada escrito na mesa dele. Alguma anotação em algum canto, escondida na gaveta, quem sabe salva em algum insuspeito arquivinho de wordpad?
- Nada aparente, já vasculhamos.
- Sei lá, qualquer coisa que seja uma pista de como ele estava concebendo esse antivírus. Virem tudo de cabeça pra baixo, quebrem todas as senhas do computador que ele usava, usem descriptografia, tragam hackers de fora do país se for o caso... ele não comentou nada com vocês? Nadinha?
- Caladão do jeito que era? Pois sim... Uma vez ele me disse que guardava tudo na cachola, por medida de segurança. O cara tinha um HD de 10 terabytes na cabeça.
- Amiguinhos, eu não quero saber o que fazer e de que jeito precisa ser feito, só quero que mergulhem nessa caixa de gordura e resolvam a encrenca. Dinheiro não vai ser problema! O vírus que esse rapaz criou está derrubando sistema atrás de sistema, o nível de infecção é de quarenta a cinquenta novas corporações por minuto. Se não disponibilizarmos a vacina nos dois ou três próximos dias, estaremos completamente desmoralizados.
- Tá, e a gente vai fazer o quê? Chamar o cara à força numa sessão espírita? A porcaria do vírus é criação dele, a chance de descobrirmos algo de prático em tempo hábil é zero. Mesmo se a gente conseguisse juntar todos os hackers do mundo, ainda assim a velocidade de infecção vai travar o planeta antes que se chegue a qualquer resultado concreto.
- Então, eu sei que não é o momento apropriado pra ficar falando isso, mas... caramba, quantas vezes eu já disse nas reuniões de Conselho - essses malucos precisam trabalhar em dupla, um fica sendo o backup do outro. Se dá uma caca, tem como recuperar pois há dois profissionais envolvidos no programa.
- Índice Nasdaq de hoje. Querem ouvir?
- Diga de uma vez, quanto perdemos?
- Até agora, 16h30, -7,2%. Debandada geral de investidores mundo afora. Viramos mico da noite para o dia.
- E o técnico canadense que chegou ontem?
- Ia falar dele agora. Desinfetamos tudo antes que ele começasse a trabalhar, mas a lei de Murphy funcionou de novo... se infectou com o vírus biológico.
- Sei, mas como ele está agora?
- Quadro de febre, vômito e confusão mental. A coisa começou assim com o nosso finado colega. É o início do fim, daqui em diante só vai definhar.
- Tentou chamar um médico?
- Todos os hospitais estão com sistemas viralizados, pane generalizada até nos serviços de emergência. Mesmo as conexões analógicas de telefonia parecem estar comprometidas.
- Bem-vindos ao apocalipse, meninos. Orem com fervor. Agora, só confiando na volta de Jesus.


Nota do Editor: Marcelo Pirajá Sguassábia é redator publicitário em Campinas (SP), beatlemaníaco empedernido e adora livros e filmes que tratem sobre viagens no tempo. É colaborador do jornal O Municipio, de São João da Boa Vista, e tem coluna em diversas revistas eletrônicas.
PUBLICIDADE
ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES SOBRE "CRÔNICAS"Índice das publicações sobre "CRÔNICAS"
17/10/2018 - 07h26 Afinal, renovamos a Casa?
16/10/2018 - 06h58 Ajoelhar e rezar
15/10/2018 - 06h56 Cachorro com linguiça
14/10/2018 - 07h26 Perfeccionista e chato de galochas
12/10/2018 - 07h18 Classe é classe!
11/10/2018 - 06h58 Doenças de pele
ÚLTIMAS DA COLUNA "MARCELO SGUASSáBIA"Índice da coluna "Marcelo Sguassábia"
01/10/2018 - 07h28 Fábrica de nudes
24/09/2018 - 06h45 Barba, pra que (não) te quero
19/09/2018 - 06h35 Melhor e eterno amigo
10/09/2018 - 06h37 Penúltima morada
03/09/2018 - 07h04 O último a sair apague a luz






· FALE CONOSCO · ANUNCIE AQUI · TERMOS DE USO ·
Copyright © 1998-2018, UbaWeb. Direitos Reservados.