15/08/2018  19h39
· Guia 2018     · O Guaruçá     · Cartões-postais     · Webmail     · Ubatuba            · · ·
O Guaruçá - Informação e Cultura
O GUARUÇÁ Índice d'O Guaruçá Colunistas SEÇÕES SERVIÇOS Biorritmo Busca n'O Guaruçá Expediente Home d'O Guaruçá
Acesso ao Sistema
Login
Senha

« Cadastro Gratuito »
SEÇÃO
Economia e Negócios
25/07/2018 - 07h56
Loteamento como opção de investimento
Vinícius Diniz
 

O mercado brasileiro apresenta várias opções de investimento. Cabe ao investidor avaliar suas vantagens e riscos e escolher a melhor opção. O tempo de retorno é algo importante a se considerar, já que algumas aplicações exigem um prazo maior para gerar resultados. Algumas pessoas preferem diversificar seus investimentos, a fim de ampliar o retorno e reduzir riscos.

Para quem não acompanha de perto o mercado financeiro ou não conhece bem a dinâmica das bolsas de valores, dos títulos públicos, das Letras de Crédito, das debêntures (títulos emitidos por empresas) ou dos diversos fundos de investimentos, por exemplo, mas quer lucrar além dos rendimentos da poupança, pode encontrar no loteamento uma alternativa. Apostar nesse tipo de aplicação não exige um conhecimento aprofundado da área financeira e é uma opção mais segura do que a grande maioria dos investimentos em renda variável. Em função disso, a chance da pessoa cometer um erro ou se arrepender é menor.

Além disso, a tendência é que o terreno adquirido se valorize com o tempo. Principalmente no período em que a infraestrutura do loteamento estiver sendo feita, todas as melhorias irão contribuir para a valorização do negócio. Especialmente se o terreno for adquirido de uma empresa com credibilidade no mercado, que cumpre a legislação e que tem um histórico positivo de lançamentos e entregas, considerando tanto a documentação quanto infraestrutura, e inclusive quanto ao respeito ao meio ambiente. Esse são pontos relevantes a se considerar.

É importante, também, verificar a localização do terreno e seu entorno. Se a região já possui estrutura consolidada, se está em processo de desenvolvimento ou se tem potencial de expansão. Nesse último caso, futuramente, é provável que a valorização possa ser ainda maior.

A aposta em loteamento é uma alternativa segura, quando comparada a outros tipos de investimentos, que podem ser mais afetados pela instabilidade do mercado. A segurança está justamente no fato de que o lote não é impactado pelos acontecimentos do dia a dia - como a greve dos caminhoneiros, que fez despencar o valor das ações da Petrobras, por exemplo. Ou pela incerteza política quanto à permanência ou não de um presidente no poder, que impacta no dólar.

Quem adquire um lote ainda paga menos imposto. Como os valores são menores do que os de um imóvel pronto, as taxas e tributos são mais baixos. E, pelo mesmo fato do loteamento exigir um investimento total menor, o financiamento se torna muito mais acessível. Esse é outro fator que faz da aquisição de um lote um bom investimento. O proprietário, também, não tem tantas despesas relativas à manutenção do investimento, pois um terreno bem escolhido não necessita de atenção ou administração constantes. Enfim, um lote é um patrimônio para a família, um bem de raiz, um investimento que pode passar de geração a geração, ou ser revendido para gerar mais lucro.


Nota do Editor: Vinícius Diniz - fundador e diretor da Urbaville Urbanismo.

PUBLICIDADE
ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES SOBRE "ECONOMIA E NEGÓCIOS"Índice das publicações sobre "ECONOMIA E NEGÓCIOS"
10/08/2018 - 06h48 O que Walt Disney faria se gerenciasse o seu hotel
09/08/2018 - 07h41 Devo aceitar um salário menor?
07/08/2018 - 07h18 Seis motivos para adquirir um consórcio
06/08/2018 - 07h24 Não subestime a força do Dia dos Pais
19/07/2018 - 05h27 7 passos infalíveis para destruir uma marca






· FALE CONOSCO · ANUNCIE AQUI · TERMOS DE USO ·
Copyright © 1998-2018, UbaWeb. Direitos Reservados.