16/12/2017  09h08
· Guia 2017     · O Guaruçá     · Cartões-postais     · Webmail     · Ubatuba            · · ·
O Guaruçá - Informação e Cultura
O GUARUÇÁ Índice d'O Guaruçá Colunistas SEÇÕES SERVIÇOS Biorritmo Busca n'O Guaruçá Expediente Home d'O Guaruçá
Acesso ao Sistema
Login
Senha

« Cadastro Gratuito »
SEÇÃO
Crônicas
06/12/2017 - 06h35
Natal época de fraternidade e solidariedade
Marcial Salaverry
 

É Natal, época de fraternidade e solidariedade, mas por que só no Natal se dá tanto ênfase a essas duas palavras tão belas?

Fraternidade... Solidariedade... Está começando a época das festas de fim de ano, e sempre que chega essa época do ano, essa palavrinha é muito lembrada, principalmente porque recebemos o tão esperado e cobiçado 13º salário, e todos desejam nos ajudar a gastar esse dinheirinho, que deveria ser melhor empregado quitando eventuais dívidas...

Por todo canto, só se fala em fraternidade, que devemos nos ajudar uns aos outros, que devemos pensar nos menos favorecidos, que isso e que aquilo. Tá certo, concordo, mas, e no resto do ano? Aí é que o carro pega. Por acaso é só em época de festas que devemos pensar e nos ocupar com os outros? Quer dizer que aqueles que precisam de ajuda fazem uma poupança ajudatória, para não precisar de mais nada nos outros 11 meses?

É fato que, dentro do possível, podemos e devemos ajudar quem realmente precisa e merece. E é aí que mora o perigo. Saber quem REALMENTE é merecedor dessa ajuda, mas o grande problema é que existe muita picaretagem nisso. Existem centenas de entidades fantasmas que pegam uma lista telefônica e vão ligando para todos, pedindo ajuda para a entidade tal, que cuida de menores aidéticos (infelizmente, é o golpe da moda), para a entidade tal, que cuida das crianças com câncer, sem falar na entidade que cuida dos traficantes necessitados, e vai por aí afora, e isso, sem falar da AAPC (Associação de Amparo aos Políticos Cassados), e sem falar naqueles que precisam de bolsos extra, ou de meias bem grandes, ou cuecas-cofrinho, ou de amplos apartamentos para caber todas as malas de "presentes"...

Enfim, a verdade é que usam e abusam do espirito de fraternidade que ataca mais nesta época do ano.

Quase todos estão propensos a colaborar, principalmente porque são sempre vozes simpáticas e amistosas que fazem as solicitações. E o drama é esse: A QUEM AJUDAR? É muito frustrante colaborar com uma instituição, verificando depois tratar-se de uma instituição "fria", e nessa época aparecem muitas, com certeza...

Portanto, quando tais solicitantes telefonarem, e se realmente for possível ajudar, é importante pedirmos o endereço, o telefone, nome, CIC e RG para averiguações. E, antes de dar qualquer colaboração, termos o trabalho de verificar se a instituição realmente é séria, e até mesmo se existe de fato.

Fraternidade, é quase uma obrigação nossa, sim, mas com justiça e para quem realmente precisa e merece. Infelizmente existe muita vigarice feita em nome da fraternidade, usando e abusando da boa fé e do espírito natalino.

Fraternidade sim, mas não só no Natal, devendo ser usada durante todo o ano. Seja com ajuda pecuniária, seja com ajuda moral, visitando asilos, orfanatos, levando um pouco de calor humano aos que realmente necessitam, e, na realidade, necessitam durante todo o ano, e não apenas nas festas.

Com isso tudo, desejo que todos tenham UM LINDO DIA, desejo válido para todos os 365 dias do ano...

PUBLICIDADE
ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES SOBRE "CRÔNICAS"Índice das publicações sobre "CRÔNICAS"
16/12/2017 - 08h17 Nícia Guerriero
15/12/2017 - 07h27 A melhor comida
14/12/2017 - 05h49 Jogava bola e era amado
13/12/2017 - 07h43 Preconceitos sempre atrapalham a vida
12/12/2017 - 08h36 Na urbe: desorientados, desnorteados e largados
11/12/2017 - 07h37 Por fim, a salvo






· FALE CONOSCO · ANUNCIE AQUI · TERMOS DE USO ·
Copyright © 1998-2017, UbaWeb. Direitos Reservados.